21 de Junho de 2011

 

Recessão económica, mais desemprego, mais pobreza, mais desigualdades, retrocesso social projectados para as próximas gerações, constitui o cenário do que nos espera do programa do governo e da aplicação das medidas da troika. Por este caminho não vamos lá.
CGTP-IN promove semana de acção de protesto e de proposta, de 11 a 17 de Julho, em todo o país. Há que criar alternativas de construção de esperança e de confiança para o povo e os trabalhadores.

Fonte: CGTP

publicado por subterraneodaliberdade às 20:41
tags:

Mais um caso made in BE. Perder um deputado europeu por questões de fundação do BE é rídiculo. Este grupo? movimento? ou partido?, cheio de indefinições e inconsistências políticas e ideológicas, anda a brincar às politiquices. Não é novidade está no genes. Mas atenção. O BE embora desacreditado, sem o brilho inicial de quem está despido do pecado original, ainda não cumpriu a sua principal tarefa (nem cumprirá), não se esqueçam que o nascimento do BE (cujo o parteiro é conhecido) é quando o PS deita fora a máscara de esquerda e parte à conquista, a galope das políticas neoliberais, do eleitorado de direita. Por que será????

 

 

Comunicado de Rui Tavares

 

"No passado sábado 18 de Junho divulguei uma nota de imprensa na qual respondia a comentários públicos de Francisco Louçã que comigo estavam relacionados. Como é sabido, o coordenador nacional do Bloco de Esquerda, por via das suas duas páginas no Facebook, publicou uma nota de título "4 são mesmo 4" ligando-me à origem de informações erróneas sobre a fundação do BE que teriam vindo publicadas em dois jornais, e nas quais (cito a nota de Francisco Louçã) "Fernando Rosas desaparecia da história" da fundação do BE. Louçã escrevia que um jornalista teria sido "levado ao engano" por "uma conversa com o Rui Tavares", confessava-se "curioso acerca da coincidência de dois enganos tão estranhos" e ia mais longe, escrevendo que "é simplesmente uma falsificação a tentativa de retirar o Fernando desta história e de a refazer com novos protagonistas".

 

publicado por subterraneodaliberdade às 19:27

Uma delegação do PCP esteve esta manhã nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, para manifestar a solidariedade com os trabalhadores ameaçados de despedimento. No Parlamento Europeu, o PCP já questionou a Comissão Europeia sobre esta situação.

Uma delegação do PCP esteve esta manhã nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, para manifestar a solidariedade com os trabalhadores ameaçados de despedimento. João Frazão, da Comissão Política, Filipe Vintém e João Correia do Comité Central, acompanhados de outros activistas distribuíram um documento aos trabalhadores e apelaram à luta do defesa dos postos de trabalho.

Também no Parlamento Europeu, a anunciada intenção de despedimento de 380 trabalhadores dos ENVC foi objecto de uma Pergunta Escrita à Comissão Europeia pela deputada Ilda Figueiredo. A deputada comunista denuncia este brutal ataque aos trabalhadores e suas famílias, à economia da região do Alto Minho e à produção nacional.

 

Fonte: PCP

publicado por subterraneodaliberdade às 16:15
tags:

 

Imperialismo sem máscara

 

A intensa e constante operação de desinformação e deturpação que acompanhou a fase de preparação e o inicio da agressão dos EUA e da NATO à Líbia decretou, agora, o total silenciamento das brutais consequências dos bombardeamentos e do bloqueio económico que foram impostos a este país.

Ocultando os mortos e feridos, a destruição de infra-estruturas e a privação das mais elementares condições de sobrevivência a milhões de homens, mulheres e crianças pelos quais são responsáveis, os EUA e a NATO pretendem continuar a escamotear os reais objectivos da escalada de guerra que impuseram ao povo líbio.

Como demonstra a realidade que tanto se esforçam por esconder, o que move os EUA e a NATO não é a falsamente proclamada «protecção dos civis», mas precisamente o seu contrário, isto é, a imposição do seu domínio militar, político e económico através da mais brutal destruição e desprezo dos direitos do povo líbio.

 

 

 

Fonte: Jornal "Avante!"

publicado por subterraneodaliberdade às 13:54

 

Tempos de guerra

 

A brutal ofensiva ideológica a que o povo português está sujeito está a atingir limites que, seguramente, qualquer um de nós dificilmente poderia imaginar.

Tendo com objectivo central veicular a ideia de que não há alternativa ao rumo das últimas três décadas, anda para aí toda a corte de espertos e peritos em tudo e em coisa nenhuma, qual picaretas falantes (a expressão não é minha, mas é tão apropriada que não resisto), pegando na teoria dos mais variados e criativos ângulos, para chegarem todos à mesma conclusão.

 

 

 

Fonte: Jornal "Avante!"

publicado por subterraneodaliberdade às 13:54
pesquisar neste blog
 
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
17
arquivos
Nota Subterrânea
Os artigos públicados da autoria de terceiros não significa que o subterrâneo concorde na integra. Significa que são merecedores de reflexão.
links
blogs SAPO