25 de Junho de 2011

Dios bendiga a EE.UU.. Y a sus bombas

Cuando bombardearon Corea, Vietnam, Laos, Camboya, El Salvador y Nicaragua no dije nada por no era
comunista.

Cuando bombardearon China, Guatemala, Indonesia, Cuba, y el Congo no dije nada porque no lo sabía.

Cuando bombardearon el Líbano y Granada no dije nada porque no lo comprendía.

Cuando bombardearon Panamá no dije nada porque no era narcotraficante.

Cuando bombardearon Iraq, Afganistán, Pakistán, Somalia, y Yemen no dije nada porque no era terrorista.

Cuando bombardearon Yugoslavia y Libia por razones “humanitarias” no dije nada porque sonaba muy
honorable.

Luego bombardearon mi casa y no quedó nadie que dijera algo a mi favor. Pero en realidad no importaba. Estaba muerto. (1)

  

 

 Fonte: Cubadebate

publicado por subterraneodaliberdade às 18:41

Não passará
 

Nos últimos dias, particularmente depois das eleições legislativas, o Presidente da República entrou num frenético processo de incontinência oratória. Possuído por um entusiasmo esfuziante, o homem não se cala, desnudando-se, e ao seu pensamento mais profundo, cujas raízes se situam no antes do 25 de Abril.

As declarações feitas a propósito da formação do Governo, são disso exemplo – sendo certo que, mesmo quando diz que não tem nada a dizer, Cavaco está a dizer o que pensa...

 

  

Fonte: Jornal "Avante!"

publicado por subterraneodaliberdade às 18:40
pesquisar neste blog
 
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
17
arquivos
Nota Subterrânea
Os artigos públicados da autoria de terceiros não significa que o subterrâneo concorde na integra. Significa que são merecedores de reflexão.
links
blogs SAPO