13 de Dezembro de 2007

Hoje é assinado, no Mosteiro dos Jerónimos, o Tratado de Lisboa.

 

 

O tratado é a recuperação do essencial da denominada constituição europeia, através da apresentação na forma de tratado reformador. Esta manobra política, que conta com a colaboração de governo PS e o apoio do PSD, é inaceitável porque despreza a vontade dos povos que claramente a rejeitaram, por referendo, em 2005.

 

O que está em causa? O que significa este tratado para Portugal.

 

Significa novas e graves perdas de soberania e de posições institucionais na UE: fim das presidências rotativas do Conselho; perda de um comissário; redução do número de deputados no Parlamento Europeu.

 

Significa o aprofundamento do processo de integração capitalista, ao serviço do grande capital, com todas as implicações de perda de direitos sociais e laborais dos trabalhadores europeus.

 

Significa o reforço do neoliberalismo com políticas de liberalização dos mercados, desmantelamento e privatização dos serviços públicos, primado da concorrência e estabilidade dos preços, sem ter em conta o crescimento e o emprego.

 

Significa a militarização da UE, apoiando políticas externas e de defesa comum que promove a ingerência e a agressão, a militarização das relações internacionais, a corrida ao armamento e o aumento das despesas militares, tendo como finalidade o domínio do mundo numa parceria com os EUA.

 

Este acontecimento é anunciado como histórico, um grande feito do governo PS e positivo para os povos europeus, mas não foi isso que ficou demonstrado na manifestação de 18 de Outubro aquando da realização da Cimeira da UE, por isso procuram evitar a expressão concreta dos povos e temem uma maior consciência dos trabalhadores.

 

São imperioso e urgente a realização de um debate nacional e de uma consulta popular que dê ao povo português a possibilidade de se pronunciar sobre o tratado através de um referendo vinculativo.

 

É imperioso e urgente rejeitar de forma firme uma UE federalista, militarista e neoliberal.

publicado por subterraneodaliberdade às 09:22
Democracia?

Então e o referendo...
João Filipe Rodrigues a 21 de Dezembro de 2007 às 23:39
pesquisar neste blog
 
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31
arquivos
Nota Subterrânea
Os artigos públicados da autoria de terceiros não significa que o subterrâneo concorde na integra. Significa que são merecedores de reflexão.
links
blogs SAPO