19 de Novembro de 2008

 

 

 

     

Eis agora, na sua mais perfeita secura e na sua formulação mais lapidar, as seis teses que achei poder deduzir daquilo que Lénine escreveu acerca da ideia de revolução:

 

 

 


1. A revolução é uma guerra; e a política é, de uma maneira geral, comparável à arte militar.
2. Uma revolução política é também e sobretudo uma revolução social, uma mudança na situação das classes em que a sociedade se divide.
3. Uma revolução é feita de uma série de batalhas; cabe ao partido de vanguarda fornecer em cada etapa uma palavra de ordem adaptada à situação objectiva; cabe-lhe a ele reconhecer o momento oportuno para a insurreição.
4. Os grandes problemas da vida dos povos nunca são resolvidos senão pela força.
5. Os revolucionários não devem renunciar à luta pelas reformas.
6. Na era das massas, a política começa onde se encontram milhões de homens, ou mesmo dezenas de milhões. Convém, além disso, assinalar o deslocamento tendencial dos focos da revolução para os países dominados.

Jean Salem

Jean Salem é Professor de Filosofia na Sorbonne e demonstra nesta obra o interesse e a actualidade destas teses.

 

Fonte: Edições Avante!

publicado por subterraneodaliberdade às 13:42
tags:
Excelentes sugestões de leitura que aqui nos tens deixado, camarada.


Um abraço.
fernando samuel a 19 de Novembro de 2008 às 17:38
A histórica Revolução de Outubro de 1917 foi, é e será, uma grande lição para todos os Povos do mundo!
Antonio Carvalho a 5 de Novembro de 2009 às 21:41
pesquisar neste blog
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
24
29
30
arquivos
Nota Subterrânea
Os artigos públicados da autoria de terceiros não significa que o subterrâneo concorde na integra. Significa que são merecedores de reflexão.
links
blogs SAPO