16 de Fevereiro de 2011

 

  

É lamentável que os problemas sociais continuem a ser o parente pobre das políticas comunitárias, que sejam sistematicamente desvalorizadas as consequências sociais das políticas orçamentais, financeiras e da concorrência, que insistam na cartilha neoliberal, indiferentes aos quase 25 milhões de desempregados, aos cerca de 30 milhões de trabalhadores precários e mal pagos, aos mais de 85 milhões de pessoas em situação de pobreza, enquanto os lucros dos grupos económicos e financeiros não cessam de aumentar.

Por isso, aqui transmito o grito de indignação que organizações sociais diversas deixaram no "Ágora dos Cidadãos" que o Parlamento Europeu organizou recentemente em Bruxelas.

Aqui fica a indignação dos milhões de trabalhadores, desempregados, mulheres e jovens que continuam a lutar por essa Europa fora contra tais políticas.

É tempo de uma ruptura com o Pacto de Estabilidade, o Pacto da Competitividade ou outros do género. É tempo de dar prioridade às pessoas, ao emprego com direitos e de respeitar a dignidade de quem trabalha.

 

 

Fonte: PCP

publicado por subterraneodaliberdade às 20:47
pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
arquivos
Nota Subterrânea
Os artigos públicados da autoria de terceiros não significa que o subterrâneo concorde na integra. Significa que são merecedores de reflexão.
links
blogs SAPO