29 de Março de 2011

publicado por subterraneodaliberdade às 21:15
Permita-me fazer a catarse neste seu espaço, relativamente ao livro que saiu sobre Adriano Correia de Oliveira, escrito por Pinto Soares, que se "diz amigo" de Adriano, mas que infelizmente não deve ter memória suficiente para contar quem realmente foi Adriano.
Cresci com as musicas, com a presença dele, dos filhos, e da mulher. O meu pai, esse sim, foi o seu melhor amigo, e vice- versa até à sua morte.
lembro-me dos bons tempos que passei no seio daquela família, e hoje chorei e muito por ter lido passagens de um livro que não traz memórias, mesmo que não boas, mas que se torna numa devassa da vida do Adriano e da sua família; diria mais, que em certos capítulos, Américo Tomás tinha bem mais graça nos seus pleonasmos.
Pelo meu pai se ter sentido com este livro porque nele é referido, só espero que no próximo sábado, no parque Biológico de Avintes, este sr Engº Pinto Soares seja enxovalhado por todos aqueles que foram realmente AMIGOS de Adriano Correia De Oliveira
Maria João Machado
Maria Joao Machado a 3 de Abril de 2011 às 15:39
pesquisar neste blog
 
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
30
arquivos
Nota Subterrânea
Os artigos públicados da autoria de terceiros não significa que o subterrâneo concorde na integra. Significa que são merecedores de reflexão.
links
blogs SAPO