06 de Janeiro de 2009

Partido Comunista de Israel condena ataques Israelitas

 

Dilemas militares, dilemas eleitorais

 

Hipocrisia sangrenta

 

Entrevista ao lider do Hamas

 

A política de campanha israelita de extermínio

 

É tempo de pagar os créditos aos trabalhadores

 

Raul Castro: "Estes 50 anos foram de resistência e firmeza do povo"

 

publicado por subterraneodaliberdade às 21:44
03 de Janeiro de 2009

 

 

Para comemorar os 50 anos da Revolução Cubana, que pôs fim à ditadura de Fulgência Baptista, faço referência a alguns textos sobre Cuba e a Revolução.

 

 

 

Em busca de um socialismo mais profundo - Brasil de Fato

 

Em Cuba, ninguém deseja o retorno ao capitalismo. O que o povo quer é um socialismo melhor e mais profundo. As palavras de Carlos Trejo, cônsul cubano em São Paulo, procuram não deixar dúvidas quanto à consolidação dos princípios da Revolução entre a população do país. Segundo ele, as transformações profundas pelas quais passa a ilha caribenha desde janeiro de 1959 fazem com que seus habitantes não abram mão do sistema implantado por Fidel Castro.
 

 

 50 Anos depois... Os mesmo desafio de fazer Revolução - Granma
 
 "A tirania foi derrubada. A alegria era imensa. Contudo, ainda faltava muita coisa a fazer. Não nos enganemos pensando que agora tudo será mais fácil; talvez, a partir de agora, tudo seja mais difícil".
 

 

 O Socialismo resulta da vontade popular - Jornal O Avante!
 
Celebram-se amanhã os 50 anos da revolução em Cuba. Numa entrevista ao Avante!, o embaixador da República de Cuba em Portugal, Jorge Castro Benítez, falou do período decorrido, dos desafios futuros e garantiu que os cubanos estão convictos e empenhados na construção do socialismo.
 
publicado por subterraneodaliberdade às 20:21

 

Face à gravidade da situação na Faixa de Gaza, resultante dos criminosos ataques israelitas, os partidos integrantes do Grupo de Trabalho do Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários, que o PCP integra, emitem simultaneamente em vários países do Mundo um Apelo de Solidariedade  sobre a situação na Faixa de Gaza.


Apelo de Solidariedade sobre a situação na Faixa de Gaza

publicado por subterraneodaliberdade às 19:22
02 de Janeiro de 2009

 

Militão Ribeiro

 

   Nascido em Murça, Trás-os-Montes, emigrou para o Brasil com 13 anos de idade, vindo a ser expulso, mais tarde, devido à sua actividade militante no Partido Comunista Brasileiro. Regressado a Portugal, retomou a sua actividade revolucionária como membro do Partido Comunista Português. Participou na reorganização de 40-41, começando, então, a fazer parte do Secretariado do Partido.

   Foi preso, pela quarta vez, em 1949 e encerrado na Penitenciária de Lisboa - antes estivera em Angra do Heroismo e duas vezes no Tarrafal. Escreve José Dias Coelho: "Até às vésperas da morte, Militão Ribeiro manteve a preocupação de comunicar com o Partido a sua fidelidade e confiança. Escreveu várias cartas à Direcção do Partido, que foram interceptadas pelos carcereiros, só tendo chegado duas ao seu destino, uma das quais escrita com o seu próprio sangue" - "[...] Tenho sofrido o que um ser humano pode sofrer. Nem sei como tenho tido forças para tanto. Mas com todo este sofrimento deixei de ter fé na nossa causa. Sei que venceremos. Desde sempre mantive a disposição de dar a vida pelo Partido em todas as circunstâncias, assim como dou de uma forma horrível e cheia de sofrimento. [...] Tenho confiança que sabereis vencer todos os obstáculos e levar o Povo à vitória, mantendo essa disciplina e controlo severo de uns sobre os outros em trabalho colectivo, como vínhamos fazendo e aperfeiçoando. Que infelicidade a minha só aos cinquenta anos ter começado a trabalhar dessa forma. Felizes os que vêm novos para o Partido e o encontram a trabalhar assim [...]."

   Como incisivamente sublinhou José Dias Coelho, "a PIDE assassinou-o cruelmente, um crime lento, dos que não deixam vestígios.

   Militão morreu de inanição em 2 de Janeiro de 1950.

 

Salvemos Alvaro Cunhal e Militão Ribeiro

Torturado até à loucura Militão Ribeiro continua a ser espancado

Mataram Militão Ribeiro (António)!

Há um ano foram assassinados Militão Ribeiro e José Moreira

Militão e José Moreira: Duas vidas ao serviço do nosso Povo

Há 3 anos a PIDE assassinou Militão Ribeiro e José Moreira

Militão Ribeiro e José Moreira: Herois do Partido

Militão e José Moreira: Dois herois do Partido

Aniversário da morte de Militão Ribeiro e José Moreira

Há 60 anos nasceu Militão Ribeiro

Militão, filho querido do nosso Povo

 

publicado por subterraneodaliberdade às 00:46
01 de Janeiro de 2009

 

SIM, É POSSÍVEL!

 

 Na sua habitual mensagem de Natal, o primeiro-ministro veio dizer aos portugueses que o seu Governo foi excelente no ano que passou e que será ainda melhor no ano que aí vem.
Num caso e noutro, não falou verdade – o que não deve ter sido surpresa para ninguém, tão avesso à verdade dos factos se tem mostrado o seu discurso desde que desempenha o cargo de primeiro-ministro.


 

Massacre na Palestina

É possivel outro rumo

publicado por subterraneodaliberdade às 21:54
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
arquivos
Nota Subterrânea
Os artigos públicados da autoria de terceiros não significa que o subterrâneo concorde na integra. Significa que são merecedores de reflexão.
links
blogs SAPO