14 de Abril de 2018

siria.jpg

Os ataques dos EUA, Inglaterra e França à Síria não é a penalização de uma ofensiva química – patranha imperialista, tal como, as armas de destruição maciça do Iraque-, pretende criar condições de resistência para os terroristas e fragilizar o exército Sírio. Para os EUA e UE o grande crime Sírio é a resistência de anos e a vitória sobre os terroristas alimentados pelo imperialismo, prejudicando e afastando o projecto imperialista para o médio oriente. O mundo e conduzido pelas as opções políticas de um louco - Trump - e seguida por falso lideres, mediocres, rapazes políticos - Macron, May -, o capitalismo não consegue resolver as contadições e agrava as necessidade mais básicas do povo. A guerra é solução capitalista, assim foi com a Jugoslávia, Iraque, Líbia.

EUA e UE fomentam a guerra pelo apoio aos terrorista desestabilizando política, social e econicamente os países não alinhados, pelos ataques que promovem e pelos sucessivos boicotes à paz.

Sublinhe-se a posição miserável do governo português.

Despois da patranha Skripal, segue-se a patranha Síria.

 

publicado por subterraneodaliberdade às 13:23

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

pesquisar neste blog
 
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
arquivos
Nota Subterrânea
Os artigos públicados da autoria de terceiros não significa que o subterrâneo concorde na integra. Significa que são merecedores de reflexão.
links
blogs SAPO